Obrigações

Investir não é uma obrigação, mas pode ser uma mais valia.

Carteira diversificada

As Obrigações são uma alternativa de Investimento numa estratégia de diversificação do risco.

Opção pelo tipo de Emitente

As Obrigações podem ser de dívida privada ou pública.

Diversidade de opções

As Obrigações podem ser de cupão fixo ou variável com diferentes periodicidades e prazos.

Perguntas Frequentes

O mais simples é estar a par de tudo

Estas são as principais perguntas feitas pelos nossos Clientes.

O que é uma Obrigação?

Obrigações são títulos de dívida representativos de um empréstimo a médio e longo prazo, emitidos por empresas ou por governos. Quando uma entidade emite uma Obrigação, compromete-se a reembolsar o valor que foi investido pelo detentor deste título, a uma data pré-definida. O cupão de juros é uma das principais componentes de uma Obrigação, podendo assumir vários formatos: taxa fixa, taxa variável/indexada, mista, step-up ou cupão zero.

O que define o preço de uma Obrigação?

O preço da Obrigação varia consoante a procura, a qual depende da yield (retorno esperado da Obrigação), do tempo até à maturidade, do risco de crédito e de liquidez do Emitente, e do risco de mercado.

O que é a notação de risco (rating) de uma Obrigação?

É a probabilidade de incumprimento por parte da entidade emitente em relação ao eventual não pagamento dos juros contratualizados e/ou do reembolso do capital investido. Esta avaliação é realizada por um analista ou por uma entidade especializada. As principais entidades que emitem estas classificações são a Standard & Poor’s, Moody’s Investors Service, Fitch Ratings e a Thomson Financial BankWatch.

Não encontrou o que procura?

Veja o Suporte AB, o nosso banco de perguntas e respostas

Suporte AB